Fale conosco - Downloads - Notícias
Home
Notícia
<< Voltar

Investimento social privado em educação, filantropia ou necessidade?

06/12/2017 em ARTIGOS
* Artigo por Carolina Machado
Não é novidade que ter domínio do inglês e conhecimentos em tecnologia deixou de ser desejável para se tornar um pré-requisito para muitas vagas de emprego. A importância do inglês no meio profissional é tanta que, mesmo quem já trabalha numa mesma empresa há algum tempo, sente-se pressionado a aprender a língua. Também não é novidade, que para aprender o idioma não podemos contar com o que é ensinado na escola, seja ela particular ou pública.

Estes pré-requisitos, acabam por aumentar ainda mais o abismo entre os jovens que possuem condições financeiras para investir na sua educação e os jovens de baixa renda, que hoje dependem de iniciativas do governo para que possam se profissionalizar.

Com isso, não só sofrem estes jovens, mas também a sociedade como um todo, incluindo as empresas, que têm dificuldades em preencher seus postos de trabalho pela falta de capacitação profissional.

Mais de 10 milhões de jovens brasileiros entre 15 e 29 anos estão fora da escola e desempregados, destes 70% estão entre as famílias representadas dentro dos 40% mais pobres. Estamos perdendo os talentos de nossa juventude pela deficiência do sistema educacional e pela falta de iniciativa do setor privado.

Portanto, há um potencial inexplorado de milhões de jovens. Grande parte deles não possui as competências, as atitudes e os conhecimentos necessários para participar positivamente da sociedade, como ter postura profissional adequada, conhecimentos de tecnologia para o trabalho e domínio do inglês. As empresas privadas podem e devem contribuir para a melhoria na educação no Brasil e no mundo. Se o setor empresarial ficar inerte, enfrentaremos desigualdades cada vez mais profundas.

De acordo com Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU entre 2007 e 2017 “Não podemos deixar que os jovens cresçam sem as competências, as atitudes e os conhecimentos necessários para se tornarem membros produtivos da nossa sociedade. As nossas sociedades não podem se dar a esse luxo. E as empresas também não. Estas precisam de uma mão-de-obra criativa, qualificada e inovadora... E o investimento na educação cria uma geração de pessoas qualificadas que terão rendimentos mais elevados e novas exigências em relação aos produtos e serviços – criando novos mercados e novas oportunidades de crescimento... Embora a filantropia empresarial seja crucial, precisamos levar mais empresas a refletir sobre o modo como as suas políticas e práticas empresariais podem afetar as prioridades no setor da educação. As empresas compreendem o investimento. Concentram-se nos resultados. Conhecem bem os dividendos da educação para todos.”

O investimento em educação, além de trazer benefícios para a sociedade, contribui positivamente também para as empresas. Entre outros benefícios, destaco:
O reforço da mão-de-obra local – o desenvolvimento da mão-de-obra qualificada, melhora a produtividade e impulsiona o crescimento do negócio.
O aumento das oportunidades de negócios – conduz as empresas a novas oportunidades de mercado e o aumento da base de clientes. Numa perspectiva de marcas, os consumidores manifestaram uma predisposição para comprar e recompensar marcas sensíveis às questões sociais.

Para que a empresa obtenha benefícios do investimento social em educação, é importante realizar parcerias com organizações de atuam junto às comunidades a fim de aplicar melhores práticas, e estarem alinhadas com as necessidades do público a ser atendido.
É fundamental também identificar as atividades educacionais que podem trazer benefícios para a empresa atingir objetivos como, motivação e retenção de colaboradores e desenvolvimento da capacidade de futuros colaboradores.

* Carolina Machado – Gestora da Associação Sequoia Foundation.
**Os artigos assinados são de total responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião dos editores e da Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro.
Agenda

mantenedores

OURO

PRATA

  • Praça Pio X, 15 / 5º andar – Centro
    CEP: 20040-020 – Rio de Janeiro/RJ
  • + 55 (21) 3213-9200
    Fax: 55 (21) 3213-9201
  • amchamrio@amchamrio.com
Redes AmChamRio
  • COPYRIGHT © 2012.